Entenda a importância do briefing de Social Media e saiba como montar um para seus clientes

Para agências, freelancers e consultores, o briefing de Social Media é uma ferramenta essencial para conhecer os clientes que os contratam, seus objetivos de negócio, soluções que entregam e expectativas em relação ao projeto.

É por meio desse documento que os profissionais de marketing digital têm a oportunidade de se aprofundar nas informações da empresa, quais são as ações de comunicação trabalhadas atualmente e em um planejamento que realmente atenda às necessidades do negócio.

O briefing é, portanto, o farol que direciona o início do projeto. Nele devem estar presentes, desde o histórico do cliente, até a identidade visual da marca, seus concorrentes, referências e restrições de conteúdo.

Bastante coisa, não é mesmo? Para você não esquecer de tudo e chegar com a preparação necessária na reunião com o contratante, elencamos abaixo os 10 passos principais para montar seu briefing de Social Media. Vamos lá?

10 passos para montar o briefing de Social Media

Mas você deve estar pensando: e se meus clientes forem muito diferentes e atuarem em setores distintos do mercado? Eu vou usar o mesmo briefing de Social Media para todos?

Apesar de cada negócio ter suas particularidades, é interessante sim que você tenha um documento padrão que auxilie nas perguntas que são essenciais para todos os clientes. Porém, isso não significa que você não deve pesquisar e acrescentar outras mais específicas.

Os 10 passos que elencamos neste artigo são mais gerais, mas com certeza já permitirão que você tenha uma base que ajude a entender as informações principais do seu cliente e a descobrir todas as outras características que também forem importantes. Confira!

1. Histórico da empresa

O primeiro passo para estruturar um briefing de Social Media para seus clientes é entender o histórico da empresa que você vai atender e tudo pelo que ela já passou desde sua fundação.

É preciso buscar informações sobre sua criação, área de atuação, motivação por trás do negócio, mudanças pelas quais passou desde o início e todos os outros detalhes importantes, como setores, número de colaboradores e até faturamento (se for possível obter esse dado). 

2. Objetivo da marca

Onde seu cliente deseja chegar? Quais objetivos de negócio precisam ser atingidos? Mais do que pensar em objetivos de marketing digital, que serão alcançados com as suas ações de Social Media, é preciso entender como eles irão impactar nas metas da empresa.

Mesmo que as redes sociais tenham um foco muito grande em reconhecimento da marca e relacionamento, atualmente suas estratégias podem ir muito além. Então é preciso deixar todos os objetivos muito bem alinhados. 

3. Status e oportunidades do mercado

Compreender o status e as oportunidades do mercado também é essencial para se aproximar da realidade do seu cliente na hora de fazer um briefing de Social Media. 

Procure saber sobre os desafios que são enfrentados pela empresa atualmente e como o marketing digital pode ajudar a superá-los. Quanto mais você mergulhar nas necessidades e na área de atuação do contratante, maiores serão as chances de desenvolver ações estratégicas e relevantes.

4. Público-alvo

Além de entender os problemas e objetivos do seu cliente, é preciso se aprofundar nas dores vivenciadas pelo público que ele deseja atingir. 

Quem são essas pessoas, seus dados demográficos e geográficos, seus desafios e como o produto ou serviço pode ajudá-las são algumas questões que você deve listar no seu briefing de Social Media.

É provável que o contratante te passe informações mais gerais sobre o público-alvo e os clientes que ele já atende atualmente. Então, recomendamos que você também faça uma pesquisa para obter mais detalhes e construir as personas

5. Produtos ou serviços da empresa

Depois de conhecer o público da empresa, é o momento de compreender as soluções que ela oferece para seus clientes, sejam elas produtos ou serviços. Para isso, você pode se inspirar na lista de perguntas a seguir:

  • Quais são as características e diferenciais do produto/serviço?
  • Há alguma prioridade na hora de divulgar as soluções ou algo que não deva ser falado?
  • Como tem sido a experiência dos seus atuais clientes? Qual valor o produto/serviço entrega?
  •  Existe algum feedback negativo que os clientes passam e que possa ser melhorado?
  • Qual é a média de preço normalmente praticada?
  • O seu produto/serviço possui sazonalidade?

6. Imagem da marca

O que a marca que está te contratando deseja transmitir para seu público? Conhecer os valores praticados por ela e a mensagem a ser repassada para os consumidores é essencial para planejar os conteúdos e estruturar a identidade visual.

A imagem da marca ajuda a entender seus posicionamentos, no que ela acredita e como você poderá alinhar essas ideias às soluções oferecidas e às dores da persona.

Busque saber quais campanhas de marketing já foram feitas anteriormente, se a empresa é a adepta a promoções, se já chegou a trabalhar com parceiros ou influenciadores e quais resultados foram obtidos com essas ações.

7. Canais de comunicação e vendas

Outro ponto importante do briefing de Social Media é conhecer quais são os canais de comunicação e vendas utilizados pela marca atualmente, e quais outros podem ser utilizados em sua estratégia.

Se a empresa já trabalha com marketing digital, é preciso saber quais mídias sociais ela utiliza, como Instagram, Facebook, WhatsApp, YouTube, LinkedIn e se possui um site ou um blog.

Além disso, é importante entender quais são os canais de vendas disponíveis, como loja física e e-commerce. 

Assim, você consegue direcionar melhor os conteúdos de fundo de funil e, inclusive, aproveitar as ferramentas de vendas das redes sociais, como é o caso do Instagram Shopping

Leia também: 

8. Identidade visual

A identidade visual é um ponto essencial para a gestão de mídias sociais, visto que ela entrega elementos nas artes que ajudam na identificação da marca e aproximação com ela.

Então, no seu briefing, é preciso compreender se há um manual da marca, se o cliente está satisfeito com a identidade visual atual e se já existem outras peças gráficas que podem ser usadas como referência para a sua produção.

Pergunte também ao contratante se há algo que ele deseja mudar na identidade visual, se há restrições em relação a bancos de imagens ou se ele te enviará materiais fotográficos para produção das peças.

9. Referências e concorrentes

Inspiração é um ponto essencial para quem trabalha com gestão de mídias sociais. Por isso, você também deve saber quais são as referências dentro da área do seu cliente, sejam elas de conteúdo ou visuais.

Em uma outra ponta, também é relevante conhecer os concorrentes e como eles têm aproveitado o marketing digital a seu favor. Isso pode auxiliar você a evitar repetições, inovar nos formatos e entregar ainda mais valor para os clientes da empresa.

10. Direcionamentos e restrições

O último passo para montar seu briefing de Social Media é descobrir os direcionamentos e restrições que o seu cliente pode ter em relação ao conteúdo, identidade visual e ferramentas disponíveis nas redes sociais.

Por exemplo: existe alguma cor que não pode ser usada nas artes? Algum assunto que não deve ser abordado? E quais informações não podem faltar?

Só o seu contratante pode passar instruções específicas para que você crie conteúdos alinhados às expectativas do seu cliente e do público dele.

Agora que você já sabe quais são os 10 principais passos para montar o briefing de Social Media, é hora de começar a aplicar seus conhecimentos e desenvolver projetos mais estratégicos para os seus clientes.

Quer ter um resultado ainda melhor nesse processo? Então aproveite para baixar agora mesmo o nosso Template de Planejamento de Mídias Sociais. É gratuito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *