A rotina de um Social Media

O uso das redes sociais está crescendo cada vez mais e, com isso, cresce também a necessidade de organização da rotina de um social media (profissional multifacetado e que reúne uma gama de conhecimentos e ferramentas de trabalho).

Visitar sites e abrir apps de redes sociais digitais é uma rotina assumida por boa parte da população mundial. Feed de notícias, Stories e transmissões ao vivo são ambientes nos quais temos contato para saber das novidades: dos nossos amigos, locais que frequentamos e marcas que consumimos.

Facebook, Snapchat, Twitter, Instagram e LinkedIn (veja como gerar relatórios para essas mídias) são exemplos de sites e apps de redes sociais digitais que permitiram não só a popularização das plataformas de relacionamento social online, mas, também, o fortalecimento (ou até, porque não, o surgimento) de uma profissão tão em voga nos dias de hoje em empresas de diversos ramos: a de Social Media.

Para que o serviço de um Social Media seja efetivo, é necessário que uma rotina seja assumida. Este dia a dia deve estar sincronizado com as especificações e exigências do cliente.

Um Social Media possui funções como: administrar perfis em sites de redes sociais digitais, criação de conteúdo e gerenciamento de comunidades. Vou explicar um pouco mais de como estas funções se encaixam na rotina de um Social Media:

1. Aquecendo os motores: começando as atividades

O início da rotina de um Social Media é pautado pelas necessidades pontuais dos clientes. Manter um cronograma de postagens e o desenvolvimento de conteúdos relevantes para a marca são atitudes essenciais para se alcançar bons resultados.

ACESSE AGORA UM TEMPLATE GRATUITO DE PLANEJAMENTO DE SOCIAL MEDIA

Manter uma agenda atualizada (seja digital ou física) auxilia na grade de atividades. Antecipar determinadas ações pode ser uma boa estratégia a ser assumida nos primeiros dias da semana. Um exemplo é desenvolver de antemão conteúdos para atender as requisições dos clientes.

O uso de programas de gerenciamento de mídias (Hootsuite, Buffer e TweetDeck são exemplos), auxiliam na verificação de desempenho dos trabalhos desenvolvidos e (através de ferramentas embutidas nas plataformas) é possível responder comentários, tweets e mensagens de forma rápida e prática.

Após a etapa de planejamento e execução das primeiras ações do dia, a rotina de um social media dá prosseguimento às ações de acordo com a particularidade de cada agência, empresa ou profissional autônomo.

2. Criatividade: a “alma” do negócio

Produzir conteúdo para redes sociais exige um alto grau de criatividade. Uma gama de formatos pode ser utilizada para que usuários de um determinado site e/ou app de rede social digital seja convidado a engajar: vídeos, links, fotos e textos são os mais comuns.

Sabe-se que, atualmente, vivemos em uma época em que o smartphone é o principal dispositivo utilizado para se ter acesso a informações e entretenimento. Portanto, postagens devem ser adaptadas para que atendam configurações exigidas pelas empresas de redes sociais digitais. Exemplos de adaptações são: o tamanho e a proporção de texto nas artes ou fotografias.

Nesta fase da rotina de um social media a palavra de ordem é otimizar. Nem sempre temos a disposição um profissional de design gráfico para construir artes atendendo os padrões exigidos pelo cliente. Portanto, ter o mínimo de domínio de softwares (como Photoshop, InDesign e Illustrator) é muito importante.

Com um briefing “em mãos”, o Social Media é capaz de atuar da melhor forma possível na construção de posts de impacto para as ações planejadas para a marca.

Com os posts construídos, o próximo passo é distribuir estes conteúdos. Mantendo em mente determinadas métricas, esta etapa é importante ter consciência das especificidades de cada site de rede social digital.

3. Distribuindo conteúdo de impacto nas redes

Provavelmente a plataforma no qual a maioria das empresas buscam investir é o Facebook. No entanto, sabe-se que a capilarização de conteúdo é muito importante para o posicionamento de uma marca no ambiente digital.

O BuzzFeed é um bom exemplo a ser seguido. Seus conteúdos podem ser encontrados em diversos sites e apps de redes sociais, o que favorece o contato e o engajamento que usuários terão com os conteúdos publicados.

Novamente o uso de gerenciadores de mídias são importantes aliados para o Social Media. Controlar a veiculação de um leque grande de perfis é uma atividade que exige paciência e atenção, portanto, concentrar as ações em uma única plataforma auxilia na otimização da rotina do profissional.

Manter os arquivos organizados e um fluxo de trabalho consistente concede ao operador de redes sociais digitais a fluidez necessária para atender aos horários de pico de visita dos usuários nos perfis de redes sociais digitais.

4. Um boost para as ações em redes sociais: posts patrocinados

O recurso de patrocínio de postagem em redes sociais é uma funcionalidade que oferece vantagens de alcance e engajamento.

Nesta fase da rotina de um Social Media é importante ter conhecimento de alguns parâmetros adotados pelo marketing digital, como: o desenvolvimento de personas (por exemplo).

Ter acesso ao público de interesse da marca é essencial para se desenvolver campanhas patrocinadas efetivas. Normalmente os sites de redes sociais oferecem plataformas dedicadas (Facebook Business é um exemplo). Essas plataformas auxiliam no processo de desenvolvimento destas campanhas exibindo dados relevantes da rede.

Ter habilidade de análise é relevante para o operador de redes sociais digitais. Nesta fase da rotina, deve-se ter atenção redobrada, pois é crucial conhecer as características de cada plataforma de patrocínio.

5. Entregando resultados qualificados: a importância dos relatórios

A entrega de relatórios pode ser considerada os “louros” das atividades realizadas no período pré-determinado.

Números e relatos levantados pelo operador, demonstra ao cliente o sucesso (ou a necessidade de adaptação/melhoria) de uma determinada campanha.

A construção destes relatórios nem sempre é uma tarefa muito fácil. Estudar os números e observar o desenvolvimento dos resultados junto às plataformas pode ser um “bicho de sete cabeças”. No entanto, existem ferramentas específicas para se gerar estes documentos.

Com o Reportei, é possível obter estes relatórios em poucos segundos de forma efetiva e prática. Compatível com diversos sites de redes sociais, a ferramenta torna-se uma aliada valiosa na rotina de um Social Media.

Em suma, o processo adotado pelo Social Media possui várias etapas. Tais etapas, interconectadas, mas que podem se alternar dependendo da necessidade do cliente.

O exercício é manter o fluxo e a organização para que este dia a dia seja fluido e otimizado tanto para o operador, quanto para os profissionais que trabalham diretamente e/ou indiretamente com a área de mídias.

QUER VER COMO COMUNICAR MELHOR OS RESULTADOS DE SOCIAL MEDIA PARA EMPRESAS E CLIENTES? VEJA NESSE WEBINAR GRATUITO DO REPORTEI


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *