Uma boa estratégia de marketing digital é baseada no público que se deseja atingir: quem anuncia de forma não direcionada está perdendo dinheiro onde não há interesse e ao mesmo tempo deixando de atingir quem tem tudo para se tornar cliente.

Pense bem, quando navegamos na internet somos bombardeados com muitas informações, inclusive de publicidade, o que torna impossível assimilar tudo o que vemos. (Para isso existem os algoritmos, não é mesmo?)

Percebendo isso, o marketing atual — que coloca o consumidor como protagonista — utiliza uma abordagem cada vez mais personalizada. Por isso, ouvimos tanto falar em buyer persona, uma ferramenta que já se tornou indispensável em qualquer estratégia de sucesso.

Mas, antes de falar o que é uma persona, devemos diferenciar três termos comuns que surgem na hora de fazer o reconhecimento de público de uma empresa: público-alvo, cliente ideal e persona (ou buyer persona).

O que é público-alvo

O público-alvo é uma amostra de possíveis consumidores de um produto ou marca, reunindo suas informações demográficas, socioeconômicas e comportamentais. Nesse levantamento são colocadas informações gerais do grupo, como idade, sexo, formação educacional, poder aquisitivo, localização, hábitos de consumo.

Exemplo de público-alvo

Mulheres, entre 25 e 35 anos, residentes no estado de Minas Gerais, com formação superior e renda entre R$ 3.000 e R$ 5.000. Já possuem casa própria e agora planejam financiar um veículo.

O que é cliente ideal

O cliente ideal ou ICP (Ideal Customer Profile) é uma descrição que resume o seu melhor cliente, aquele que já comprou uma vez ou compra constantemente o produto, que se identifica e é engajado com seu negócio.

Os dados para montar um perfil de cliente ideal são: nível de engajamento com a marca, frequência de compra, o quanto conhece e o quanto recomenda o produto, ticket médio de compra.

Exemplo de cliente ideal

Mulheres localizadas na região Sudeste do país. Conheceram o produto logo após o lançamento e são clientes há cerca de dois anos, com um ciclo de compra de, em média, 3 meses. Já avaliaram o produto no site e acompanham as redes sociais da empresa. Ticket médio de R$ 300.

 

O que é persona

A buyer persona é uma personagem fictícia, porém, suas informações são construídas a partir de dados reais, o que possibilita uma representação mais humanizada e mais personalizada do comprador.

Enquanto o público-alvo e o cliente ideal são constituídos de maneira generalista, representando parcelas abrangentes, a persona apresenta características pessoais e psicológicas que representam um grupo menor com qualidades e comportamentos parecidos.

Alguns dados presentes na buyer persona são: nome, cargo, desafios e aspirações profissionais, estilo de vida e crenças pessoais, quais mídias utilizam, momento da jornada de compra em que se encontra.

Exemplo de persona

A importância de definir uma persona

Agora que já sabe o que é uma persona, você deve ter entendido como ela ajuda a direcionar a estratégia certa para atingir as pessoas certas e, assim, obter o retorno esperado (ou até maior) pela empresa.

A criação de personas é um passo fundamental dentro de uma estratégia de marketing digital, pois a partir dela você vai determinar, dentre outros:

  • Os formatos dos conteúdos que você precisa produzir;
  • A linguagem e o estilo desses conteúdos;
  • Os tópicos que me merecem mais atenção na estratégia;
  • Definir as pautas que serão escritas;
  • Em qual momento da jornada de compra você precisa focar;
  • Quais mídias você vai propagar o conteúdo.

Como levantar as informações da persona

Depois de ver o exemplo da nossa persona Luciana, você deve estar se perguntando onde vai conseguir as informações necessárias para montar a sua. Como dissemos, a persona é criada com informações reais, então você pode começar com o que já tem.

Faça entrevistas ou distribua questionários para sua base de clientes, mesmo que sejam poucos, já é possível conseguir informações valiosas facilmente. Você também pode procurar e selecionar usuários nas redes sociais que tenham padrões semelhantes ou que curtem sua fanpage.

Nesse post do blog “Marketing de Conteúdo” você encontra ótimos exemplos de perguntas para usar no seu questionário.

Mesmo diferenciando a abordagem do público-alvo, do cliente ideal e da persona, a escolha de uma não exclui a outra. Muito pelo contrário, ter alguns recortes de públicos-alvo e clientes ideais pode ajudar e muito na hora de criar suas personas!

Criando uma buyer persona

Chegamos a parte prática, onde você vai aprender como criar uma buyer persona. De acordo com o Template de Planejamento de Mídias Sociais do Reportei, você precisa definir as seguintes informações da sua persona:

  • Nome;
  • Informações Pessoais;
  • Informações Profissionais;
  • Mídias;
  • Aspirações pessoais e profissionais;
  • Dores e Necessidades;
  • Como o seu negócio ou produto pode ajudá-la

Nome

Crie um nome fictício para sua persona. Pode não parecer importante, mas lembre-se que você deve humanizá-la, portanto, escolha um nome bem simpático 🙂

Informações pessoais

Acrescente informações complementares como idade, qual o estilo de vida da persona, seus hábitos, hobbies, etc.

Informações profissionais

Defina qual cargo ela ocupa, em qual ramo e empresa trabalha (ou se trabalha em casa) ou ainda se ela concilia trabalho com estudo, por exemplo.

Mídias

Em quais mídias sua persona busca informação? Com quais tecnologias ela acessa esses conteúdos? Quem a influência? Responda todas essas perguntas também.

Aspirações pessoais e profissionais

Descrevas as crenças da persona e onde ela almeja chegar, tanto no âmbito pessoal como no profissional.

Dores e Necessidades

Explicite quais os maiores desafios para a sua persona alcançar o que quer (ou resolver algum problema) e quais as suas frustrações durante esse processo.

Como o seu negócio ou produto pode ajudá-la

Pense em como seu produto ou empresa pode resolver as dores e necessidades criadas no tópico anterior.

 

Uma dica importante: você também pode destacar quais os critérios de decisão de compra da persona e em qual momento da jornada ela se encontra, sendo possível criar diferentes personas para cada um deles.

 

Agora que tal reunir todas essas informações de maneira fácil e organizada? Baixe gratuitamente nosso Template de Planejamento de Mídias Sociais! Além disso, com ele você pode montar seus planejamentos de conteúdo, estratégias de marketing, diagnósticos de presença online e muito mais!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *