Saiba tudo sobre o mercado de afiliados e por que esta é uma boa opção para você ganhar mais dinheiro

Com certeza você já deve ter ouvido falar do mercado de afiliados e sua possibilidade de aumentar os ganhos de influenciadores, produtores de conteúdo e outros profissionais que têm audiências significativas em suas áreas.

Seja para grandes e-commerces ou outras plataformas de infoprodutos, o marketing de afiliados vem ganhando grande visibilidade enquanto uma estratégia ganha-ganha, favorecendo tanto a empresa quanto as pessoas responsáveis por divulgá-la. 

Por isso, neste artigo, reunimos tudo o que você precisa saber sobre o mercado de afiliados, suas vantagens e como tornar essa a sua nova fonte de renda. Acompanhe!

O que é e como funciona o mercado de afiliados?

O mercado de afiliados surgiu a partir das oportunidades de negócio criadas com a relação entre produtores  – que ofertam produtos digitais, físicos ou serviços – e afiliados – que trabalham como um dos canais de vendas para essas soluções. 

Os produtores podem ser tanto empresas que possuem seus próprios e-commerces ou fazem parte de marketplaces, como é o caso da Amazon, quanto empreendimentos que usam plataformas de terceiros para divulgarem seus outros produtos, como a Hotmart e a Eduzz

Já na outra ponta estão os afiliados, que se associam a esses sites e divulgam esses produtos em blogs, redes sociais ou outros canais. Toda vez que uma venda é realizada a partir dessa divulgação, uma comissão é contabilizada para o autor dela.

Ou seja, trata-se de um processo simples e que pode ser uma boa fonte de renda, desde que o afiliado tenha ou construa uma audiência interessada nos produtos ofertados. 

Para que essa relação dê certo, existem os programas de afiliados, que regem como funciona a parceria, definem os valores das comissões e geram os links personalizados que serão adicionados aos conteúdos de divulgação.

Quando o cliente final clica nesse link e efetua uma compra, o programa registra a comissão ganha e, posteriormente, disponibiliza esse dinheiro para saque. 

Sendo assim, de uma forma geral, podemos avaliar o marketing de afiliados como uma estratégia barata e benéfica para os dois lados, com possibilidade de expansão para as empresas e de uma renda extra para quem divulga.

7 vantagens do mercado de afiliados

Para quem trabalha como afiliado, o mercado oferece uma série de vantagens. Abaixo, nós listamos as sete principais que você deve conhecer:

  1. monetização de blog, site ou outros canais utilizados para seu conteúdo;
  2. não há necessidade de produzir uma solução e arcar com os custos dela;
  3. dessa maneira, não precisa de um grande investimento para começar;
  4. se já tiver uma grande audiência, fica mais fácil divulgar produtos e serviços que sejam interessantes para ela;
  5. inclusive, há maior alcance no mercado digital de afiliados, uma vez que não existem barreiras geográficas;
  6. você pode definir como e quando deseja trabalhar, porque a ideia é alinhar sua produção de conteúdo à divulgação;
  7. e o risco é mais baixo do que outros modelos de negócio. 

Mas lembre-se: nem sempre uma estratégia de marketing de afiliados funcionará do dia para a noite. É preciso ter comprometimento com o conteúdo e com a construção do seu público.

Tipos de afiliados 

Ao trabalhar com o mercado de afiliados, você vai se deparar com duas alternativas de divulgação dos produtos. Escolher qual delas melhor se encaixa na sua realidade pode definir se você se tornará um afiliado autoridade ou árbitro.

O afiliado autoridade se baseia na produção de conteúdo, em blogs ou redes sociais, para educar o público e oferecer links de soluções que estejam alinhadas às necessidades desse público. 

Dessa maneira, quanto mais você demonstra conhecimento sobre um determinado tema, mais fácil é atrair as pessoas certas e maiores são as chances de realizar vendas para esses usuários.

Enquanto isso, o afiliado árbitro utiliza de campanhas de anúncios, em canais como Google ou Facebook Ads, para atrair o público interessado nas soluções. Ou seja, é preciso entender de mídia paga para tornar o negócio rentável.

Como os afiliados ganham dinheiro?

Agora que você já sabe quais estratégias pode seguir no mercado de afiliação, fica a dúvida: como funcionam os métodos de pagamento?

Cada programa de afiliados tem sua própria forma de pagar as comissões, mas existem quatro que costumam se destacar mais nas plataformas. São elas:

  • Custo por Clique (CPC): remunera de acordo com os cliques nos anúncios — sejam eles banners, pop-ups ou links — disponibilizados no site ou blog do afiliado;
  • Custo por Ação (CPA): vem quando os usuários realizam alguma ação na página de destino da empresa, seja realizar um cadastro ou solicitar um orçamento, por exemplo;
  • Custo por Mil Impressões (CPM): o afiliado recebe toda vez que um anúncio em seu site ou blog alcança mil impressões, sendo uma boa oportunidade para quem tem muitos acessos;
  •  Custo por Venda (CPV): esse é um dos formatos mais usados pelas empresas, visto que remunera somente quando uma venda é realizada por meio do link exclusivo do afiliado. 

Sendo assim, ao avaliar as opções de programas de afiliados para se associar, vale a pena conferir o que ele oferta e se a comissão faz sentido para a sua estratégia.
Além disso, também é recomendado que você se inscreva e divulgue links de mais de uma plataforma, pois isso aumenta as chances de gerar conversões e ganhos. 

Depois de ler todas as dicas relacionadas ao mercado de afiliados, com certeza você deve estar se perguntando quais plataformas são mais vantajosas, não é mesmo? Então vale a pena aproveitar o embalo e conferir também nosso artigo sobre 6 ótimos programas de afiliados e seus benefícios!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.