Google Ads ou Facebook Ads? Saiba em qual canal começar a investir em mídia paga

Ao começar a investir em mídia paga, muitas empresas se questionam qual é o melhor canal para iniciar suas ações e se devem apostar no Google Ads ou Facebook Ads — que são, hoje, duas das maiores plataformas de anúncios no Brasil e no mundo.

Mas, apesar de serem extremamente eficazes para diversos tipos de negócios, verdade seja dita: as duas ferramentas têm características, recursos e finalidades bem diferentes.

Cada uma entrega benefícios únicos e pode ser aproveitada na maioria das estratégias de marketing digital. Mas, se você quer saber qual é a melhor opção para a sua empresa neste momento, nós apontamos abaixo tudo o que você precisa conhecer sobre o Google Ads e o Facebook Ads, seus prós e seus contras. Confira!

Google Ads

O Google Ads, principal fonte de renda do Google (que antes era conhecido como AdWords), é uma das grandes plataformas para anunciantes que desejam se destacar em resultados de pesquisa ou outros canais disponibilizados pelo maior buscador do mundo.

Por meio desta opção de mídia paga, é possível definir objetivo de marketing, segmentação — seja por localização ou características/comportamento do público, por exemplo — e os grupos de palavras-chave que ajudarão seu público a encontrá-lo como solução para um problema ou necessidade.

Além disso, você também pode estabelecer a cobrança por cliques ou conversões geradas, e exibir seus anúncios na Rede de Pesquisa, sites de parceiros do Google (Rede de Display), YouTube, Google Shopping e Aplicativos.

Facebook Ads

Já o Facebook Ads é a plataforma que possibilita a criação e veiculação de anúncios tanto para o próprio Facebook quanto para o Instagram.

A rede social permite definir uma segmentação ainda mais completa que o Google Ads, uma vez que também trabalha com as informações de interesses do público, e desenvolver campanhas com diversos formatos, como posts patrocinados, vídeos, curtidas na página, formulários para geração de Leads e muitos outros.

Cada um desses formatos está associado a um objetivo ao querer anunciar. Dentre eles, estão o reconhecimento da marca, alcance das postagens, tráfego para o seu site, envolvimento com as publicações, geração de cadastros e conversões.

E agora: investir em Google Ads ou Facebook Ads?

Agora que você já conhece as principais características de cada um desses canais de mídia paga, fica a dúvida: inicialmente, seria melhor investir em Google Ads ou Facebook Ads

Abaixo, nós te apresentamos o que cada um entrega de melhor para uma estratégia de marketing digital e damos dicas quando é melhor utilizá-los. Confira!

Por que investir em Google Ads?

Quando uma pessoa ativamente pesquisa no Google sobre um determinado termo, ela, normalmente, está buscando por uma solução para um problema, desafio ou necessidade que tem naquele momento.

Isso significa que, ao anunciar palavras-chave relacionadas ao seu negócio e segmentar corretamente o público, você terá mais chances de ser encontrado por alguém que tenha interesse no seu produto ou serviço.

Ou seja, o Google Ads é mais indicado para públicos que se encontram mais no meio ou fundo do funil e estão mais próximos a realizar uma conversão, seja ela uma compra, o preenchimento de um formulário de contato ou para o recebimento de um material rico.

No entanto, para quem quer começar a se relacionar com o topo do funil e investir em uma estratégia de branding, este canal talvez não seja o melhor começo. 

Isso porque o seu cliente em potencial talvez nem saiba que tem um problema ainda, para poder pesquisar sobre ele, e se a concorrência for alta, os anúncios podem sair mais caros e não entregar o retorno esperado.

Leia também: 6 dicas para otimizar suas campanhas de Google Ads.

Por que investir em Facebook Ads?

O Facebook Ads, por outro lado, é uma ótima escolha para quem tem foco em branding e em estratégias de topo de funil, já que ao contrário do Google, as pessoas não estão buscando ativamente por uma solução, mas podem ser surpreendidas com um conteúdo que ajude em uma necessidade que nem sabiam que existia.

Além disso, o forte do investimento em redes sociais é a construção de relacionamentos a longo prazo. Dessa forma, é possível manter uma conversa com seus potenciais clientes e ajudá-los a percorrer a jornada de compra até que se sintam preparados para fechar negócio.

Se você tem dúvidas se ainda vale a pena investir no Facebook, saiba que é estimado que 130 milhões de contas da rede são de brasileiros e o nosso país seja o 4º no ranking de usuários.

Outros dois pontos positivos é que a segmentação para criação das campanhas é mais completa que no Google Ads e você também pode fazer anúncios focados em gerar tráfego para o seu site ou conversões.

Entretanto, o Facebook Ads ainda não é o melhor canal para estratégias de fundo de funil. Como as pessoas não estão pesquisando ativamente por um produto ou serviço, os seus anúncios talvez não sejam suficientes para despertar o interesse e você consiga menos clientes.

Leia também: 6 dicas incríveis para otimizar suas campanhas de Facebook Ads.

O melhor dos dois mundos

Nós sabemos que, ao começar a investir em anúncios, nem sempre a verba da empresa é muito alta e isso acaba “forçando” a equipe de marketing a escolher entre um canal ou outro.

No entanto, devido a tudo que explicamos aqui sobre os prós e os contras do Google Ads e do Facebook Ads, nós indicamos que, se tiver oportunidade, você comece a investir nos dois para testar o que gera os melhores resultados de acordo com seus objetivos.

Enquanto uma estratégia de branding e divulgação de conteúdos pode ajudar a atrair seu público nas redes sociais, investimento em anúncios focados no meio e fundo do funil podem gerar conversões em seu site.

Assim, você consegue construir relacionamentos duradouros ao mesmo tempo em que obtém oportunidades de negócio. 

Mas, se a divisão de verbas não puder ser feita ainda, é importante sempre apostar no que está mais próximo do seu objetivo final e alinhado à jornada de compra dos seus consumidores. 

Agora que você já sabe tudo sobre investimento em Google Ads e Facebook Ads, não deixe de ler nosso artigo completo sobre os principais canais de mídia paga disponíveis na internet. Clique aqui para conferir e boa leitura! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *