Aprenda a analisar as principais métricas e configurar metas por meio deste Guia do Google Analytics

O Google Analytics é uma das ferramentas mais importantes para quem trabalha com marketing de resultados e deseja aprimorar a performance de um site ou aplicativo.

Seja para desenvolver um blog ou aumentar as vendas em um e-commerce, o Google Analytics oferece todos os dados essenciais para que você monitore o perfil de quem visita as suas páginas, os dispositivos que acessam o seu site e até as conversões que são feitas a partir dos seus objetivos.

Dessa forma, é possível gerar relatórios completos sobre o desempenho do seu site e planejar ações mais estratégicas para cada canal de distribuição do seu conteúdo.

Neste artigo, você irá conferir o passo a passo para criar a sua conta no Google Analytics, as principais métricas a serem analisadas e a importância da configuração de metas para o seu negócio. Vamos lá?

Por que o Google Analytics é tão importante?

A análise de dados por meio do Google Analytics é uma das formas mais práticas e eficazes de acompanhar os resultados do seu site e aprimorar as suas estratégias de marketing digital.

Um dos grandes benefícios da plataforma é que ela ajuda a centralizar informações sobre o comportamento dos visitantes que acessam suas páginas.

Dentre as principais funcionalidades, é possível conferir os canais que geram tráfego para o seu site, traçar metas que estejam alinhadas aos seus objetivos, acompanhar as conversões e realizar a integração com o Google Ads, o que facilita a análise completa das suas campanhas.

Tudo isso garante que você tenha mais insumos para criar ações que melhorem a experiência do usuário e façam com que o seu negócio se desenvolva na web.

Além de ser uma ferramenta gratuita e totalmente intuitiva, o Google Analytics também garante a segurança dos seus dados e disponibiliza relatórios completos sobre todas as informações que você precisa.

Por oferecer uma experiência tão completa, é impossível ficar sem essa ferramenta no dia a dia de uma empresa. Portanto, se você ainda não está no Google Analytics, não perca mais tempo e comece a criar a sua conta agora mesmo!

Como criar uma conta no Google Analytics?

Para ajudar você a criar a sua conta no Google Analytics, nós criamos um passo a passo completo. Veja só:

1. Acesse o site da ferramenta e crie sua conta gratuitamente. Para isso, é preciso que você tenha um endereço do Gmail.

2. Em seguida, você irá clicar no botão “inscreva-se” para preencher todas as informações necessárias sobre o seu site.

3. Quando tudo estiver certo com a sua inscrição, você será direcionado para a página de “Configurações do compartilhamento de dados”, na qual poderá selecionar quais informações serão compartilhadas com o Google Analytics.

4. Ao finalizar a terceira etapa, você clicará em “Obter ID de acompanhamento” e receberá um código que deverá ser instalado no seu site.

5. Copie o código de “Acompanhamento de website” e o insira em todas as páginas que você deseja acompanhar. Se o seu site for WordPress, basta acessar a aba “Aparências”, clicar em “Editar” e inserir o código no seu template.

Feito isso, o Google Analytics começará a processar os dados do seu site e você poderá acompanhar as informações e gerar relatórios diretamente pela plataforma.

Entenda as principais métricas

As métricas do Google Analytics são a base para entender como os visitantes do seu site se comportam e quais estratégias precisam ser aprimoradas para melhorar o desempenho das suas páginas.

Por isso, nós selecionamos as principais que você deve conhecer antes de começar a explorar a plataforma. Ao acessar a opção “Público- alvo”, na aba lateral esquerda, você consegue visualizar as seguintes métricas:

  • sessões: uma sessão é o grupo de interações que o usuário teve com o seu site em um determinado período de tempo. Uma única sessão pode conter múltiplas visualizações de página, eventos e transações de e-commerce, por exemplo;
  • usuários: número total de usuários (ou visitantes únicos) que visitaram o seu site;
  • visualizações de página: quantidade de visualizações que as páginas do seu site receberam em um determinado período;
  • páginas por visita: média de páginas visitadas por sessão, incluindo visitas repetidas a uma mesma página;
  • taxa de rejeição: porcentagem de usuários que deixam o seu site após visitarem apenas uma página;
  • tempo na página: duração total das sessões dos usuários. Ou seja, o tempo que eles gastaram em uma ou mais páginas do seu site.

Junto a essas métricas, na aba de “Público-alvo”, também é possível analisar outros dados demográficos que revelam muito sobre a sua audiência, como idade, gênero e cidades em destaque.

Conheça a origem do tráfego

Também na lateral esquerda do Google Analytics, você consegue acessar os principais canais de aquisição de tráfego para descobrir de onde vêm os seus visitantes.

Essa análise é extremamente importante para que a estratégia seja ajustada aos canais que mais geram resultados para o alcance dos seus objetivos de marketing.

As principais origens de tráfego apresentadas pelo Google Analytics são:

  • busca orgânica: tráfego originado, organicamente, a partir dos motores de busca, como Google ou Bing;
  • social: as visitas vêm de links disponíveis nas redes sociais, como Instagram, Facebook ou LinkedIn;
  • direta: ocorre quando um usuário insere a URL do seu site diretamente no navegador;
  • referências: mostram visitantes que encontraram a sua página por meio de links disponíveis em outros sites;
  • email: exibe os usuários que chegaram ao seu site por meio de campanhas de email marketing ou newsletters;
  • buscas pagas: é o tráfego originado por meio de links patrocinados no Google Ads.

Utilização de campanhas

Uma outra forma interessante de acompanhar a origem do tráfego é utilizando campanhas personalizadas para ações específicas de redes sociais ou email marketing, por exemplo.

As campanhas são criadas de forma manual por meio do URL Builder, uma ferramenta do Google que gera links rastreáveis para as páginas do seu site.

Ao configurar esses links, você insere três informações muito importantes: a fonte de tráfego, que mostra o canal que irá direcionar para o seu site, a mídia usada na campanha e o nome da campanha.

São esses três elementos que ajudarão você a analisar os resultados gerados por essas ações específicas. Para acessar esses dados, basta clicar na opção “Campanhas”, que também está disponível na aba “Aquisição”.

Configure metas no Google Analytics

A definição de metas no Google Analytics é uma etapa essencial para que você consiga mensurar as conversões que são realizadas no seu site.

Conversão é toda ação que é realizada por um usuário de acordo com os objetivos que você traçou para o seu negócio.

Se você possui um e-commerce, por exemplo, a venda é uma conversão. Porém, se você tem um blog, a inscrição na newsletter pode ser uma conversão.

Tudo depende, portanto, de quais interações você quer que os visitantes tenham com as suas páginas.

Com a criação de metas, você consegue definir melhor quais são essas ações e identificar, posteriormente, quais delas geram os melhores resultados para a sua estratégia de marketing.

Para criar uma nova meta, basta acessar a aba de “Administrador”, clicar em “Metas” e depois em “+ nova meta”.

Depois de criá-la, você deve fazer o alinhamento com um dos modelos prontos do Google Analytics, que medem os resultados a partir da página de destino para a qual o visitante é levado, o tempo de duração de uma sessão, o número de páginas por sessão ou a criação de um evento (como o clique em um determinado botão).

Mensure seus resultados com mais praticidade

Além de conferir todas as métricas pelo próprio Google Analytics, você também tem a opção de reuni-las, de uma forma mais simples e rápida, em um relatório automático do Reportei.

Além de importar os principais dados que listamos acima e outras informações importantes sobre o seu site, o nosso relatório de Analytics também pode ser complementado com a sua visão sobre os resultados.

As análises abertas permitem que você complemente as métricas da maneira que preferir (com textos, imagens ou vídeos) para facilitar tanto a comunicação com clientes/decisores quanto o registro da evolução das suas ações.

Desse jeito, você não só consegue agilizar a etapa de diagnóstico dos resultados, como também passa a ter mais tempo para focar no planejamento de novas estratégias para o seu site.

Para conhecer o relatório de Google Ads do Reportei e suas funcionalidades, é só acessar a sua conta ou fazer o seu cadastro em nossa plataforma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *