Quando um profissional decide começar a trabalhar por conta própria, é normal que surjam inúmeras dúvidas sobre como iniciar a carreira de freelancer.

Apesar de ser uma decisão que tende a gerar muitos resultados positivos no futuro, é preciso ter muita organização, paciência e uma vontade enorme de sair da própria zona de conforto.

Além de aprender a gerenciar seu tempo e sua produtividade, o profissional que escolhe trabalhar como freelancer deve priorizar, acima de tudo, o alcance da estabilidade.

Por isso, neste artigo, selecionamos seis dicas que ajudarão você a dar o primeiro passo e a construir uma carreira voltada para os seus objetivos e para a criação de vínculos duradouros com os seus clientes. Confira!

Veja 6 dicas sobre como iniciar a carreira de freelancer e ter sucesso

Apesar de proporcionar muitos benefícios (como a liberdade, a rentabilidade e o desenvolvimento pessoal), a decisão de trabalhar por conta própria também está atrelada a vários desafios, como a instabilidade, a necessidade de organização e as dúvidas sobre como iniciar a carreira de freelancer.

Afinal, não existe um passo a passo ou fórmula pronta que aponte exatamente o que você deve fazer para obter sucesso com rapidez. Aliás, os bons resultados só vêm após muito esforço e diversas tentativas de fazer dar certo.

Porém, mesmo que o caminho seja diferente para cada freelancer, existem alguns fatores que podem ajudar a superar os obstáculos iniciais. Saiba quais são eles e aproveite as nossas dicas!

1. Ganhe experiência e monte o seu portfólio

O início da carreira de freelancer é um excelente momento para ganhar experiência e enriquecer o seu portfólio, já que a quantidade de demandas é menor e pode levar um tempo para que a carteira de clientes aumente significativamente.

Por isso, o ideal é usar esse começo para focar nos seus estudos e desenvolver projetos que auxiliem nas suas negociações futuras.

Afinal, os potenciais clientes sempre gostam de checar se o seu trabalho tem qualidade e realmente gera resultados para outros clientes.

Ao fazer cursos ou iniciar um planejamento de comunicação para divulgar os seus próprios serviços, você não só desenvolve as suas habilidades e ganha novos conhecimentos, como também aumenta as suas chances de fechar novos contratos.

2. Faça um planejamento financeiro para o seu negócio

O planejamento financeiro é uma etapa essencial para quem deseja trabalhar como freelancer, ganhar bem e ter total independência.

É esta fase que ajudará você a não misturar os custos do seu negócio com as despesas da sua vida pessoal, a criar uma reserva de dinheiro para o seu futuro e a aprender a lidar com as épocas de vacas magras (que, querendo ou não, sempre podem surgir na vida de uma pessoa).

O primeiro passo para fazer um planejamento financeiro é listar os seus objetivos, os custos que você terá enquanto empresa e o salário que precisará ganhar para viver com tranquilidade.

A partir desse levantamento, você definirá a sua meta de faturamento inicial e um prazo para alcançá-la.

Será esse ponto de partida que levará você a determinar o número de clientes fixos que precisará ter ao longo do tempo, a quantidade de propostas que irá apresentar e quantas empresas serão prospectadas para conseguir marcar reuniões com potenciais clientes.

Não é uma caminho fácil, mas é importante tanto para a sua organização quanto para a elaboração da sua tabela de preços, como explicaremos a seguir.

3. Defina uma tabela de preços para os seus serviços

A precificação de serviços é uma das tarefas mais difíceis que um freelancer enfrenta em seu início de carreira.

Quanto cobrar por um determinado serviço? Devo diminuir o meu preço porque estou começando agora ou cobrar a média do mercado?

São muitas as dúvidas que surgem, mas o grande segredo está na valorização do seu tempo, na qualidade das suas entregas e na definição de uma meta de faturamento mensal.

Sendo assim, muitos freelancers precificam seus serviços por meio do cálculo do valor da hora de trabalho e de um planejamento financeiro para o presente e o futuro, por exemplo.

Esses métodos são excelentes e primordiais para determinar uma tabela que esteja de acordo com os seus objetivos pessoais e profissionais.

Mas, para que os seus preços sejam justos para os seus clientes também, um estudo de mercado é imprescindível.

Para auxiliar freelancers nessa etapa, o Reportei desenvolveu uma Calculadora de Freela, que faz a sugestão de preços para serviços de gestão de redes sociais a partir da realidade do profissional e de seus potenciais clientes. Clique aqui para testar e iniciar a sua pesquisa!

4. Formalize as suas atividades

Mesmo que não seja obrigatória para freelancers, a formalização das suas atividades é um passo importante para expandir seus negócios, melhorar seus resultados e gerir suas finanças de uma maneira mais eficaz.

Ao abrir um CNPJ, você diferencia a pessoa física da pessoa jurídica e passa a ter acesso a benefícios que podem ajudar no seu crescimento, como a oportunidade de negociar com empresas que exigem a emissão de nota fiscal.

O melhor de tudo é que os custos necessários para abrir um CNPJ não precisam ser altos e o processo não é tão burocrático quanto parece.

Em nosso artigo “Como abrir um CNPJ e formalizar o trabalho de freelancer?”, você confere as principais dicas para realizar seu cadastro como Microempreendedor Individual (MEI) e as principais diferenças dessa categoria para as Microempresas (ME).

5. Conquiste a confiança dos seus potenciais clientes

Conquistar a confiança dos seus potenciais clientes é um passo primordial para quem deseja criar relações duradouras e receber futuras indicações de parceiros satisfeitos.

Por isso, além de enriquecer o seu portfólio e mostrar que tem experiência na sua área de atuação, você deve estudar os problemas e conhecer de perto os objetivos do seu decisor.

Essa é uma etapa importante para já iniciar o projeto com um alinhamento de expectativas e uma personalização para as necessidades de cada cliente.

Uma outra forma de conquistar a confiança e reforçar o comprometimento com o seu serviço é elaborar um contrato que assegure os direitos e deveres das duas partes e seja bom tanto para você quanto para o contratante.

Em nossos materiais gratuitos, você encontra uma ferramenta completa para gerar contratos de marketing digital em poucos minutos. Clique aqui para conhecer o Gerador de Contratos do Reportei!

6. Mantenha a comunicação sempre ativa com os seus clientes

Um ponto muito importante para o sucesso na carreira de freelancer é a comunicação com os clientes. É ela quem facilita o dia a dia, fortalece os laços de confiança e cria relações mais produtivas com eles.

Saber ouvir e repassar as informações para o decisor é essencial para que exista alinhamento de expectativas e para que o projeto caminhe de acordo com o esperado.

O cliente não só deseja ficar por dentro dos resultados alcançados com as ações executadas, como também precisa saber sobre o futuro do projeto e como você planeja alcançar os objetivos propostos.

Uma das melhores formas de fazer isso é gerando relatórios que mostrem tanto as métricas quanto as informações relevantes para inserir o cliente nesse processo de planejamento, execução e análise.

Com o Reportei, você consegue gerar relatórios para se aproximar do decisor por meio de uma comunicação eficaz, que vai muito além das principais métricas de mídias sociais.

Além de acompanhar os dados de perto, você tem toda a liberdade para acrescentar análises abertas que contenham a sua visão sobre o projeto e pode estruturar seu relatório da forma que preferir, utilizando a nossa versão customizável.

Com isso, você facilita o diálogo com o decisor e abre portas para que ele coopere com o sucesso da própria empresa.

Gostou das nossas dicas sobre como iniciar a carreira de freelancer e quer manter a comunicação com seus clientes sempre ativa? Então faça o seu cadastro no nosso site para gerar os relatórios mais completos de mídias sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *