Anúncios em vídeo: como criar campanhas efetivas no YouTube?

Anúncios em vídeo: como criar campanhas efetivas no YouTube?
Veja dicas para desenvolver, otimizar e obter sucesso com as suas campanhas no YouTube.

Veja dicas para desenvolver, otimizar e obter sucesso com as suas campanhas no YouTube

Os anúncios em vídeo, exibidos durante a reprodução de conteúdos no YouTube ou em outros sites parceiros do Google, são uma forma eficaz de aumentar o alcance do público.

Isso acontece tanto porque o YouTube é uma das mídias sociais mais populares do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários ativos mensais, quanto porque as campanhas audiovisuais têm ganhado cada vez mais espaço no marketing digital.

Além disso, os anúncios em vídeo podem ser direcionados com base em vários critérios, como localização geográfica, idade, gênero, interesses e comportamentos da audiência, fazendo com que sua marca atinja a pessoa certa com a mensagem certa a qualquer momento.

Por isso, se você ainda não usa essa estratégia para sua empresa ou cliente – ou precisa aprimorá-la para gerar mais resultados –, vale a pena conferir este guia que preparamos sobre campanhas no YouTube. Vamos lá?

Por que anunciar no YouTube?

Para começar, é preciso reforçar quais são as vantagens de anunciar pelo YouTube e por que você deveria considerar essa estratégia em seu projeto de tráfego pago:

  • Alcance amplo: como a plataforma de vídeos é muito popular e tem bilhões de usuários ativos, os anunciantes podem atingir um público amplo e diversificado;
  • Segmentação de audiência: como dissemos antes, as campanhas permitem segmentar o público com base em vários critérios, o que significa que os anúncios são direcionados para as pessoas certas;
  • Custo-benefício: os anúncios no YouTube geralmente têm um custo-benefício melhor do que outras formas de publicidade em vídeo, pois oferecem a possibilidade de atingir um público amplo e diversificado com um investimento relativamente baixo;
  • Formatos variados: as campanhas podem ser veiculadas em diferentes formatos de anúncios, como os vídeos in-stream puláveis, não puláveis, bumper e masthead, para se adequar a diferentes objetivos de marketing (a seguir, explicaremos melhor cada um deles);
  • Interação com o público: as peças oferecem aos anunciantes a oportunidade de engajar o público de maneiras criativas e inovadoras, por meio de histórias emocionantes, educativas ou de humor;
  • Análise de resultados mais prática: o YouTube fornece dados detalhados sobre o desempenho das campanhas, permitindo que os anunciantes ajustem suas estratégias e orçamentos com base no retorno obtido.

Ou seja, podemos perceber que os anúncios em vídeo podem se adequar de diferentes maneiras ao projeto, entregando desde maior visibilidade à marca até o aumento de conversões. 

Como funcionam os anúncios em vídeo?

As campanhas do YouTube funcionam de forma parecida com as veiculadas em outras ferramentas de publicidade online e são gerenciadas por meio do Google Ads. 

Sendo assim, elas utilizam o mesmo sistema de leilão da plataforma e os anunciantes são cobrados quando o usuário interage com a peça, realizando ações definidas a partir do objetivo da campanha, como assistir ao vídeo completo, clicar no link, entre outras opções. 

Além disso, esses anúncios podem ser veiculados tanto antes, durante ou após outros conteúdos que estão sendo consumidos dentro do YouTube, quanto na Rede de Display do Google, aumentando o alcance do público. Dessa forma, é importante conhecer todos os formatos que podem ser utilizados e entender como eles se encaixam na sua estratégia.

Formatos de anúncios disponíveis

Existem diferentes formatos de anúncios disponíveis no YouTube, cada um com suas próprias características e alinhados aos objetivos de marketing. Veja quais são eles:

  1. In-stream puláveis: são reproduzidos antes, durante ou após o vídeo que o usuário está assistindo e podem ser pulados após 5 segundos;
  2. In-stream não puláveis: são parecidos com os anúncios acima, porém não podem ser pulados. Sua duração normalmente é de 15 segundos ou menos;
  3. In-feed: ideais para promover conteúdos, são mostrados nas página inicial ou de resultado de pesquisa do YouTube, convidando o usuário a clicar e assistir o vídeo;
  4. Bumper: usa mensagem curta, com peças de 6 segundos ou menos, para impactar o público antes, durante ou depois de outro vídeo. Essa opção também não pode ser pulada;
  5. Out-stream: apresentado somente em dispositivos móveis ou site/apps de parceiros do Google, estes anúncios ajudam a aumentar o alcance da audiência;
  6. Masthead: apresenta a peça de Ads na parte superior da home do YouTube, dando mais destaque ao seu conteúdo, seja na TV, computador ou dispositivos móveis. 

O uso de cada um desses formatos vai depender do objetivo que você deseja atingir para o seu negócio. Alguns dos principais são: vendas, captação de leads, aumento de tráfego no site, consideração de produto e marca, e alcance e reconhecimento da marca. 

5 dicas para obter sucesso com seus anúncios em vídeo

Mas além de pensar no objetivo da campanha e nos formatos dos anúncios, há algumas outras dicas – que o próprio Google oferece – para ajudar a obter melhores resultados no YouTube. Abaixo, listamos 5 delas. Confira!

1. Aposte em criativos diferentes

O teste de formatos e conteúdos diferentes em seus anúncios do YouTube fará com que você entenda o que funciona melhor para chamar a atenção da sua audiência. 

Além disso, a plataforma indica que você use dimensões diferentes (quadrada, vertical e paisagem) para atender tanto à versão web da plataforma quanto aos dispositivos móveis. 

2. Ajuste seus lances

Realizar ajustes manuais nos lances das campanhas do YouTube é uma boa estratégia para aumentar a visibilidade de anúncios mais importantes para o alcance do seu objetivo ou que geram melhores resultados para a empresa. Inclusive, esta dica é essencial para quem trabalha com orçamentos limitados no Google Ads

3. Otimize a segmentação

Caso seus anúncios não estejam entregando os resultados esperados, uma boa opção é otimizar a segmentação do público

No caso de campanhas que buscam aumentar o reconhecimento da marca e possuem CPV (custo por visualização) muito alto, o Google indica o teste de expansão da segmentação, para ajudar no alcance e aumento de competitividade com concorrentes.

Porém, para quem busca um público mais qualificado (de potenciais clientes), o ideal é focar em segmentações mais restritas e que tenham interesses mais próximos das soluções que você oferece.

4. Faça campanhas de remarketing

Outra maneira de trabalhar com anúncios em vídeos mais eficientes é criar campanhas de remarketing, a partir de listas de usuários que são seus espectadores. Essas segmentações podem ser criadas com base em diferentes atividades, como visualizações em conteúdos, inscrições no canal e reações de “Gostei” nos vídeos.

5. Analise os resultados e faça melhorias

Por fim, não podemos deixar de falar da importância de monitorar de perto as métricas das suas campanhas do YouTube, não é mesmo? Afinal, só assim você poderá entender quais anúncios estão realmente atingindo os objetivos buscados e realizar otimizações para obter melhores resultados.

No próprio YouTube você encontra os dados sobre a performance das campanhas, além de insights para ter um retorno sobre o investimento em publicidade (ROAS) maior. 

Mas se quiser tornar o processo mais ágil e estratégico para toda a equipe e para o cliente, vale a pena contar com uma ferramenta de automação de relatórios, como é o caso do Reportei.

Em nossa plataforma, você confere todos os resultados gerais da conta e as informações específicas dos seus anúncios em vídeo, entendendo quais criativos são mais eficientes na hora de atrair o público.

Aproveite agora mesmo nosso teste grátis de 3 dias e veja como gerar relatórios mais eficientes sobre suas campanhas do YouTube!

conhece reportei

IR PARA SEU TÓPICO
Posts que podem ser interessantes
Comentários

Campos obrigatórios são marcados com *

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe

Esse site utiliza seus cookies

Utilizamos seus cookies para oferecer a melhor experiência possível.