Confira 4 dicas sobre como reter seus clientes em momentos difíceis

Se empresas são afetadas por crises, como temos visto acontecer com a pandemia do novo Coronavírus, isso significa que, eventualmente, agências de marketing, freelancers e outros prestadores de serviços de comunicação também sofrerão o impacto financeiro em algum momento.

Fugir é impossível, mas existem formas de adaptação que podem ajudar a sair desse cenário sem grandes prejuízos para você e a sua equipe. 

Por isso, nós preparamos este artigo para apresentar a você uma maneira eficaz de se adequar à nova realidade, com dicas práticas sobre como reter clientes em momentos difíceis.

A missão é desafiadora, mas pode auxiliar tanto na estabilidade no presente quanto trazer mais chances de crescimento no futuro. Vamos lá?

Foco em retenção de clientes

A principal dica para agências que são impactadas por uma crise é focar em reter clientes

Vender não deve ser esquecido e processos comerciais não param – entretanto, o cliente que já estava com você, é prioridade. Essas pessoas também estão lutando contra a maré e precisam de todo o suporte possível para se adaptarem ao cenário do Covid-19 – ou a qualquer crise que venha a surgir.

Pensando nisso, nós separamos quatro dicas essenciais sobre como reter clientes para ajudar a sua agência nesta e em outras situações difíceis. Continue a leitura para conferir!

1. A regra de ouro é adaptação

Passar por um momento de mudança brusca exige que você reveja as ações da sua agência e comece a se adaptar a uma nova realidade

Mas, antes de tudo, é necessário entender o quanto e de que forma a sua agência será afetada pela crise (quais contas estão mais em risco e quais são as possibilidades de retenção delas?), para depois fazer um planejamento dos próximos passos. 

Em relação aos seus clientes, a regra é a mesma. Eles também precisarão se adaptar e a sua agência pode ser o ponto de partida para que essas empresas consigam superar o momento difícil sem prejuízos.

Portanto, antes que seus decisores sejam guiados pela insegurança, você deve se reunir a eles, entender quais são seus problemas mais urgentes e, a partir disso, traçar estratégias alinhadas à realidade deles.

2. Ofereça o melhor atendimento

Mais do que nunca, a confiança se tornou um elo essencial para a relação entre agências e clientes. 

A crise é um momento que gera medo e sensação de instabilidade nas pessoas e, por isso, elas sempre irão buscar suporte e, principalmente, empatia em relação à situação que estão vivendo.

Portanto, este é momento de direcionar todos os seus esforços para oferecer um atendimento ainda mais personalizado para as necessidades de cada decisor. 

É a hora de acompanhar de perto cada problema, mostrar que a sua agência está ali para oferecer soluções alinhadas à realidade dele e ajudá-lo a gerenciar riscos para sair da crise com o melhor cenário possível. 

Além disso, procure fazer reuniões mais frequentes para mostrar os resultados das ações realizadas e traçar novas estratégias. Isso mostra ao seu cliente que vocês estão se adaptando com mais rapidez às mudanças que estão acontecendo e gera mais segurança para ele.

3. Se for o caso, facilite as condições de pagamento

Quando realizar o planejamento de adaptação da sua agência, faça um mapeamento dos clientes mais irão sofrer com a crise e de novas condições de pagamento que podem ser ofertadas a eles durante esse momento.

Possíveis redução de escopo nas mensalidades ou alongamento de prazos, por exemplo, fazem uma grande diferença para o bolso do seu decisor.

Essa estratégia tem sido adotada por diversos prestadores de serviços como uma maneira de evitar inadimplências e cancelamentos. Sendo assim, mesmo que não seja ideal para o seu presente, financeiramente falando, essa ação pode ser essencial para o seu futuro.

4. Busque pela reativação de contas antigas

Depois de planejar as estratégias da sua agência e garantir o melhor atendimento para os seus clientes, você pode focar em uma reaproximação com clientes antigos que precisam de serviços de comunicação e estejam mais tranquilos em relação à crise.

Mas por que direcionar esforços para contas inativas? É muito simples: esse custo de aquisição ainda compensa mais que a prospecção de contas novas. 

Se você ofereceu bons serviços para um cliente e teve uma boa relação com ele, será mais fácil trazê-lo de volta que vender para alguém que não conhece a sua agência e, possivelmente, sente insegurança com a crise.

Além disso, se essa empresa já trabalhou com você, então a sua equipe já conhece as dores dela e pode pensar em pacotes especiais e adequados à sua realidade. 

Quando a crise passar, aí sim será o momento de voltar a se empenhar na aquisição de novas contas e no crescimento na agência. 

Mas lembre-se: por mais que não seja ideal, este também é um momento de aprendizado. Sendo assim, crie um histórico das suas estratégias e resultados de ações. Ele será essencial para ter um panorama geral no futuro e auxiliar seu time em outros momentos difíceis!

Gostou das nossas dicas sobre como reter clientes em tempos de crise? Então confira também o nosso artigo sobre como gerenciar o home office em agências de marketing!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *