Confira as 4 principais dicas para adotar o home office em agências de marketing 

Gerenciar ao home office em agências de marketing não é uma tarefa fácil, mas se tornou um método de trabalho essencial desde que o distanciamento social foi adotado como principal medida de prevenção contra o Covid-19.

No mundo inteiro, empresas têm passado pelo desafio de adaptar equipes ao novo cenário, administrar contas sem reuniões presenciais e realizar entregas de qualidade com rotinas diferentes.

Em meio a tantas transformações, o processo de transição de um modelo para o outro pode parecer ainda mais difícil, não é mesmo?

Então, para ajudar você na organização das atividades da sua agência, nós elencamos as quatro principais dicas para obter sucesso no trabalho remoto e no gerenciamento da sua equipe. Confira!

Como gerenciar o trabalho da minha equipe de forma remota?

Apesar de ter ganhado muito mais espaço nos últimos anos (principalmente com os avanços tecnológicos), o home office demanda uma adequação maior de quem se acostumou à correria dos escritórios, à convivência com a equipe e à solução de problemas “cara a cara”.

Dessa forma, esse “novo modelo” precisa não só de organização e planejamento, como também de disciplina e, principalmente, de uma comunicação eficaz entre todas as partes.

Se você está passando por esta mudança agora, este é o momento de refletir tanto sobre os seus processos quanto sobre a sua forma de liderar. 

Por isso, abaixo, nós listamos as dicas mais importantes sobre como implementar o home office em agências de marketing. Vamos lá?

1. Certifique-se de que todos sigam o mesmo fluxo de trabalho

Passar por esse momento de adaptação, de saída dos escritórios e a ida para o home office, exige uma atenção especial em relação aos processos que coordenam o trabalho da sua equipe.

Mesmo que dure apenas algumas semanas (ou poucos meses), o home office precisa ter uma metodologia própria, que garanta que todos os colaboradores sigam o mesmo fluxo de trabalho e sejam produtivos fora do ambiente que estão acostumados.

Trata-se de fazer o alinhamento entre as expectativas e a nova realidade de cada um. Se antes tudo era resolvido em reuniões presenciais, agora é a hora de encontrar novas maneiras de atender as necessidades dos clientes, debater ideias e realizar entregas.

Para isso, você pode adaptar metas e ferramentas de gestão de projetos já existentes na sua agência ou buscar novos métodos que sejam mais eficientes na organização do trabalho remoto.

2. Defina canais de comunicação eficazes

Como toda a comunicação será feita pelo meio online, você deve definir canais que, de fato, ajudem a centralizar as informações e a manter toda a equipe no mesmo fluxo.

Para realizar suas reuniões, por exemplo, existem diversas ferramentas de chamadas em vídeo que reúnem todo o time (ou parte dele) e facilitam a troca de ideias, com o Google Hangouts, o Zoom e o Skype.

Já para as atividades cotidianas, vale a pena apostar em plataformas de mensagens que ajudem a dar repasses mais rápidos, como é o caso do Slack e do Basecamp

O importante mesmo é planejar todos os canais que serão necessários neste momento e garantir que a equipe esteja alinhada e que as informações dos projetos não se percam em diferentes meios de comunicação.

3. Faça reuniões produtivas

Um dos grandes desafios do home office é manter a objetividade e a produtividade sempre presentes – mesmo em chamadas feitas por vídeo!

As reuniões remotas são essenciais para garantir que todos os processos estejam fluindo bem. Mas, assim como no trabalho presencial, elas também precisam ser planejadas para gerarem um resultado eficaz.

Por isso, o ideal é definir horários fixos na semana para as reuniões recorrentes e seguir algumas orientações, como:

  • definir os principais objetivos de cada chamada e os assuntos que precisam ser abordados;
  • dar espaço para a participação de todos. Esta etapa é essencial para manter a união da equipe e o compartilhamento de ideias entre os membros;
  • listar todas as ações e próximos passos a serem dados a partir de tudo que foi discutido.

Sair das reuniões com as etapas planejadas não só auxilia no alinhamento da equipe, como também faz com que todos tenham um direcionamento mais claro a seguir e sejam mais produtivos em suas rotinas.  

4. Mantenha a equipe sempre alinhada e motivada

Esse momento de transição da sede física para o home office também exige uma atenção maior em relação à adaptação e bem-estar da equipe.

Muitas pessoas não estão habituadas a trabalhar de forma remota e essa mudança na realidade delas, junto ao trabalho cotidiano, pode ser um verdadeiro desafio durante as próximas semanas. 

Por isso, um acompanhamento mais próximo – com feedbacks, reuniões de alinhamento e ações motivacionais – pode fazer toda a diferença na produtividade e na forma como cada colaborador lida com a nova realidade (mesmo que ela seja temporária).

Sendo assim, busque formas de estar presente, incentivar o aprendizado e de mostrar que cada parte é essencial para o funcionamento do todo.

Durante esse tempo, tanto na convivência remota com pessoas quanto na definição de processos, você também ganhará novos conhecimentos e entenderá, na prática, o que funciona para a sua agência de marketing. 

Gostou das nossas dicas sobre como gerenciar o home office em agências de marketing? Então também compartilhe conosco quais boas práticas você tem adotado para trabalhar remotamente com a sua equipe!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *